Web Analytics

Brinco Argola Jovelina

Código: BRINCOARGOLAJOVELINA
Selecione a opção de Cor:
Selecione a opção de Tamanho pmg:
R$ 23,00
até 2x de R$ 11,50 sem juros
ou R$ 20,70 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
R$ 25,00
até 2x de R$ 12,50 sem juros
ou R$ 22,50 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
A partir de R$ 23,00
até 2x de R$ 11,50 sem juros
ou R$ 20,70 via Depósito
    • 1x de R$ 23,00 sem juros
    • 2x de R$ 11,50 sem juros
  • R$ 20,70 Deposito
    • 1x de R$ 25,00 sem juros
    • 2x de R$ 12,50 sem juros
  • R$ 22,50 Deposito
    • 1x de R$ 23,00 sem juros
    • 2x de R$ 11,50 sem juros
  • R$ 20,70 Deposito
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Novo Brinco Argola Jovelina vem homenagear Jovelina Pérola Negra
 

Jovelina Faria Belford, nasceu no Bairro de Botafogo, zona Sul do Rio de Janeiro, mas logo mudou para o subúrbio.

Sua história é um testemunho de luta e superação. De empregada doméstica a vendedora ambulante de linguiça nunca desistiu do sonho de se tornar cantora.

Era fã de Bezerra da Silva, e sob sua inspiração começou a fazer apresentações no Vegas Sport Clube, em Coelho Neto, levada pelo amigo Dejalmir.

Foi o próprio Dejalmir quem escolheu seu nome artístico, Jovelina Pérola Negra, em homenagem a sua cor.

De Coelho Neto foi para Belford Roxo e depois para Madureira onde, na Escola de Samba Império Serrano, desfilou anos a fio na ala das Baianas. Na Estrela de Madureira conheceu Roberto Ribeiro, Jorginho do Império e outros nomes de peso da escola.

Começou a cantar ao lado desses artistas e virou atração no Show Botequim do Império, que acontecia na quadra da escola, durante os ensaios, para aumentar o caixa que financiava desfiles.

Não demorou muito tempo para que seus fãs a considerassem herdeira natural de Clementina de Jesus na dinastia das grandes vozes femininas do samba.

Jovelina foi uma das peças mais importantes na condução do samba de fundo de quintal e do pagode para a linha de frente da MPB.

A artista estreou na música tardiamente, em 1985, quando já tinha 40 anos, com sua participação em três faixas da coletânea Raça Brasileira.

No ano seguinte a cantora gravava seu primeiro disco solo com sambas de sua autoria e de compositores como Nei Lopes e Monarco.

Ao todo gravou seis discos, entre eles, "Sorriso Aberto", em 1988, "Sangue Bom", em 1991, "Vou da Fé", em 1993, quando conquistou um disco de platina. Entre seus grandes sucessos estão as músicas "Feirinha da Pavuna", "Bagaço da Laranja" (gravada com Zeca Pagodinho), "No Mesmo Manto" e "Garota Zona Sul". 

A dama do samba Jovelina Pérola Negra, morreu de enfarte, no dia 2 de novembro de 1998, com apenas 54 anos, enquanto dormia em sua casa, no bairro da Pechincha, em Jacarepaguá.

Sua voz e talento deixaram saudades ♥.

 

Desenvolvido e Acrílico Vermelho, Preto e Amarelo.
Modo Pino
Tamanho M : 5,5 cm de diâmetro
Tamanho G : 7 cm de diâmetro

Produtos relacionados

R$ 23,00
até 2x de R$ 11,50 sem juros
ou R$ 20,70 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
R$ 25,00
até 2x de R$ 12,50 sem juros
ou R$ 22,50 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
A partir de R$ 23,00
até 2x de R$ 11,50 sem juros
ou R$ 20,70 via Depósito
Pague com
  • Depósito Bancário
Selos

ANDERSON DE ALMEIDA ROSA 39299498814 - CNPJ: 24.854.229/0001-51 © Todos os direitos reservados. 2018

Atendimento